Uma conversa sobre o microagulhamento

Postado em

Existe um procedimento que olhando assim de fora não parece lá muito agradável, mas com certeza traz ótimos resultados – e não é tão complicado quanto parece. O microagulhamento utiliza diversas agulhas bem pequenas, normalmente dispostas em forma de rolo. A média é de 200 dessas agulhas em um rolo.

Este tratamento deve ser realizado por profissionais treinados, já que qualquer erro pode causar danos. É utilizado um anestésico no local escolhido, então o rolo é passado pelo rosto do paciente diversas vezes, provocando microfissuras e perfurações na pele. Essas lesões promovem a formação de colágenos e elastina na hora da regeneração, originando uma intensa renovação celular.

O microagulhamento é indicado para quem busca rejuvenescimento facial, suavização de cicatrizes de acne ou até maiores. Também melhora a textura da pele, diminuindo rugas e marcas de expressão, manchas e estrias. Pode até ser utilizado em tratamentos contra a calvície. Geralmente, são realizadas de três a quatro sessões do procedimento, com intervalo de um mês entre elas, para recuperação da pele. Cada sessão dura em torno de 30 minutos a uma hora.

Nos dias seguintes, a pele do paciente iniciará uma descamação, com vermelhidão, ardor e um leve inchaço. Água termal pode ser utilizada para acalmar a pele, além de cicatrizantes tópicos com antibióticos, receitados pelo profissional. É essencial não aplicar água quente nas primeiras 24 horas, não mexer no local ou cutucar a pele descamada, evitar exposição solar por 45 dias e sempre usar filtro solar com FPS 30 ou mais.

Depois de uma semana, os resultados já podem ser claramente vistos, com melhora da textura e do viço da pele. Após 20 dias melhora a pigmentação da pele e, a partir de 45 dias, nota-se a redução das rugas. Passe aqui pelo Instituto Novva e converse com nossos profissionais sobre o microagulhamento.

 

  • Compartilhar

0 Comentários

Deixe um comentário

Seu e-mail não ficará visível.