Prevenção do câncer bucal

Postado em

Você pode até nunca ter ouvido falar ou ter dado atenção suficiente, mas existe um perigo que merece toda atenção para ser evitado ou curado. Estamos falando de câncer de boca, um vilão que colocou o Brasil em quarto lugar no ranking de países com maior incidência desta doença. De acordo com uma estimativa do INCA (Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva), mais 15 mil novos casos surgiram no nosso país em 2016.

Este tipo de câncer afeta lábios e interior da boca, onde devem ser observados as gengivas, as bochechas, o céu da boca, a língua e a região embaixo dela. Uma das melhores maneiras de se prevenir é a ida regular ao dentista, que pode perceber sinais precoces e evitar um mal maior. Esta visita se mostra essencial, já que mais de 80% dos casos registrados são descobertos em estágios avançados. Cigarro e alcoolismo também podem contribuir para o câncer bucal, pela agressão constante aos lábios e boca, mas também devem ser observados da predisposição genética, uso de certos medicamentos e determinadas condições ambientais.

Como a maioria dos tipos de câncer, o de boca tem uma porcentagem de cura próxima aos 80% quando detectado precocemente. Portanto, além da higiene bucal essencial e incansavelmente recomendada, é muito importante não deixar a visita à cadeira do seu dentista para depois.

  • Compartilhar

0 Comentários

Deixe um comentário

Seu e-mail não ficará visível.