Os segredos da felicidade

Postado em

Dez entre dez pessoas responderão “felicidade” quando forem perguntadas sobre o que mais querem na vida. Taí uma verdade universal, algo que todos querem atingir – ou pelo menos sentir um gostinho. Sucesso, fama, riqueza? Tudo isso é desejado em segundo plano. Por mais definições que possamos ter, dá pra resumir felicidade em uma combinação do quanto estamos satisfeitos na vida e do quanto nos sentimos bem no dia a dia.

Aparentemente, cada um tem um tipo de limite da sua felicidade, sendo que 50% estão fora do nosso controle. Ou seja, somos geneticamente predispostos a sermos mais melancólicos ou pessimistas, por exemplo. A boa notícia é que os outros 50% do nosso nível de felicidade estão absolutamente e totalmente sob nosso controle.

Isso significa que podemos fazer coisas que nos deixem mais felizes, ou até escolhermos não fazer algo. Então faz todo sentido criarmos hábitos e termos um estilo de vida que permita que nos sintamos mais satisfeitos.

Pessoas felizes são mais saudáveis e mais bonitas, já percebeu? A imunidade é maior, vivem mais, se recuperam mais rápido de machucados e lesões, correm menos risco de desenvolver doenças cardiovasculares… Tudo isso e mais um pouco: olhar o lado positivo, sorrir mais, ser bem humorado e ter a autoestima em dia. E isso não atinge somente a nós mesmos, mas também afeta quem está ao nosso redor: rendemos mais no trabalho, estamos mais propensos ao voluntariado e à solidariedade, ficamos mais criativos.

Que tal fazermos mudanças em nós mesmos para sermos cada vez mais felizes? Para isso, temos algumas sugestões:
– mantenha relacionamentos saudáveis
– tenha novas experiências
– ajude aos outros
– seja grato por tudo que tem
– preste atenção nos detalhes
– passe mais tempo com seus amigos
– compreenda e aceite as adversidades. Aprenda com elas.

  • Compartilhar

0 Comentários

Deixe um comentário

Seu e-mail não ficará visível.