Mitos sobre implantes dentários

Postado em

Saúde bucal é assunto sério, por isso perder um dente (ou até mais) está fora de cogitação. Não é somente a estética: dente faltando afeta na mastigação e na fala, por exemplo. Os implantes dentários são opções para substituir esses dentes perdidos e devolver o bem estar e a confiança do paciente.

Porém, muita gente ainda tem dúvidas ou medos de realizar esse procedimento. Reunimos abaixo alguns dos mitos que precisam ser derrubados quando o assunto é implante. Confira:

Colocar implante dói:
A intervenção não causa dor, pode ficar tranquilo. Nos dias seguintes, algum incômodo ou desconforto pode aparecer, mas nada que não seja facilmente controlado com a ajuda de analgésicos ou anti-inflamatórios.

O corpo pode rejeitar o implante:
Isso não existe. O material do implante se integra ao osso com facilidade, evitando qualquer tipo de rejeição.

Qualquer um pode fazer implante:
Não é bem assim. Uma avaliação com um implantodontista de confiança dará essa resposta. Tudo depende de elementos como espaço entre os dentes, condições gerais de saúde ou abertura da boca, entre outros fatores. O profissional pede também alguns exames de imagem para conferir se o paciente pode receber o implante.

Fumantes, diabéticos e pacientes cardíacos não podem receber implantes:
Mentira. Só os cuidados são maiores. Quem tem diabete ou problema cardíaco deve estar em acompanhamento médico e com as doenças sob controle. O problema maior é para quem é fumante: o risco de perder o implante é maior, principalmente se continuar fumando depois do procedimento.

É dente artificial, então implante não precisa limpar como um dente normal:
Isso não poderia estar mais errado! Os cuidados com a higienização são os mesmo, com escovação e fio dental sempre.

Mitos implantes [2]

  • Compartilhar

0 Comentários

Deixe um comentário

Seu e-mail não ficará visível.