Leis da gratidão

Postado em

Que tal aproveitar esse momento de virada de ano, de recomeço e de reencontro consigo mesmo para exercer a gratidão? Agradecer as coisas boas e positivas que chegaram até nós durante o ano é muito importante. Descrevemos abaixo as 12 leis da gratidão, para você lembrar de colocar essa prática em suas atividades diárias a partir de agora. Pelo o que você é grato hoje? Como a gratidão afeta a sua vida?

1. Quanto mais você está em um estado de gratidão, mais vai atrair coisas pelas quais ser grato. Seja grato pelo que você tem, e vai acabar tendo mais. Foque sobre o que você não tem, e nunca terá o suficiente.

2. Ser feliz nem sempre vai te fazer grato, mas ser grato sempre vai te fazer feliz. Ser feliz agora não significa que você não deseja mais, significa que você é grato pelo que tem e paciente para o que ainda está por vir.

3. Gratidão fomenta o verdadeiro perdão, que é quando você pode sinceramente dizer: “Obrigado por essa experiência”. Gratidão traz um sentido para o ontem, paz para o presente, e cria uma visão positiva para o amanhã.

4. Você nunca precisa mais do que tem em um dado momento. Tem sido dito que a mais elevada forma de oração é dar graças. Em vez de orar “para” as coisas, dê graças por aquilo que você já tem. Quando a vida lhe dá toda a razão de ser negativo, pense em uma boa razão para ser positivo.

5. A gratidão inclui tudo. Dias bons dão-lhe felicidade e dias ruins dão-lhe sabedoria. Ambos são essenciais. Porque todas as coisas têm contribuído para o seu avanço, você deve incluir todas as coisas em sua gratidão. Isto é especialmente verdadeiro em seus relacionamentos. Nós nos encontramos com pessoas comuns em nossas vidas, mas se você lhes der uma chance, todas elas têm algo importante para lhe ensinar.

6. O que você tem para ser grato no presente, muda. Seja grato por tudo que você tem agora, porque nunca sabe o que acontecerá em seguida. O que você tem acabará por ser o que você tinha. A vida muda a cada dia, e suas bênçãos irão gradualmente mudar junto com ela.

7. A mente grata nunca toma coisas como garantidas. O que separa privilégio de benefício é a gratidão. A circunstância (ou pessoa) que você toma por garantida hoje pode vir a ser a única da qual você precise amanhã.

8. Enquanto você expressa sua gratidão, não deve esquecer que a maior valorização não é simplesmente proferir palavras, mas vivê-las diariamente. O que mais importa não é o que você diz, mas como você vive. Não basta dizer, mostre. Não basta prometer, prove.

9. Gratidão inclui retribuição. Na agitação da vida cotidiana, quase não percebemos que recebemos muito mais do que damos, e a vida não pode ser rica sem essa gratidão. É tão fácil superestimar a importância de nossas próprias conquistas em comparação com o que conseguimos com o auxílio de outros.

10. A maior homenagem às pessoas e circunstâncias que você perdeu não é tristeza, mas a gratidão. Só porque alguma coisa não durou para sempre, não significa que não foi o maior presente que se possa imaginar.

11. Para ser verdadeiramente grato, você deve estar realmente presente. Muitas vezes esquecemos que o maior milagre não é andar sobre a água, mas sim caminhar sobre a terra verde, habitando profundamente no momento presente, apreciando-o e sentindo-se completamente vivo.

12. Abandonar o controle multiplica o potencial de gratidão. Às vezes, investimos tanta força para tentarmos controlar cada aspecto de nossas vidas que completamente nos perdemos no caminho. Aprenda a deixar ir, relaxar um pouco e, às vezes, pegar o caminho que a vida leva até você. Abandonar expectativas desnecessárias permite que você realmente experimente o inesperado.

  • Compartilhar

0 Comentários

Deixe um comentário

Seu e-mail não ficará visível.