Erosão dentária é um problema complexo

Postado em

Os dentistas têm uma grande preocupação quando se fala em saúde bucal. Dentes amarelados, com as pontas transparentes e cada vez mais sensíveis. A erosão dentária é a nova vilã, que traz danos irreversíveis. Essa condição é percebida pela perda do esmalte dos dentes, a camada branca e externa, e assim deixa a dentina exposta, que é uma camada interna com cor mais amarelada. O pior: essas características estão sendo observadas em pessoas cada vez mais jovens, sendo que alguns adolescentes até apresentam padrões de erosão similares aos de adultos e idosos.

O que parece estar tornando isso mais comum são os padrões alimentares recentes e o estilo de vida atual, onde tomar muito refrigerante e sucos ácidos pode estar relacionado ao problema. Mas a lista não termina aí, já que podem ser incluídos isotônico, chá gelado, energético, remédios… e muitos outros produtos que podem interferir no esmalte do dente. Questões de saúde como refluxo gástrico também podem ser culpados.

Ao longo desse processo longo e gradual que é a erosão, o estrago pode ir além do estético, causando desgaste nos dentes e desequilíbrio na mastigação. Quando o problema é ainda mais grave, a solução pode ser restaurações com resina e ligas metálicas.

Para evitar, não se esqueça das visitas regulares ao dentista. Também reduza a frequência de consumo de refrigerantes e tome muita água, além de manter a higiene bucal em dia.

  • Compartilhar

0 Comentários

Deixe um comentário

Seu e-mail não ficará visível.