Desenvolvimento da consciência

Postado em

De acordo com o Sri Prem Baba, um paulista que estudou psicologia e yoga e, atualmente, é discípulo de um mestre indiano, seu trabalho é fortalecer valores humanos, espirituais e sociais. Por meio de livros, textos e palestras, o mestre espiritual fala sobre amor, liberdade e, principalmente, autoconhecimento.

Para desenvolvermos a nossa consciência e nos tornarmos pessoas melhores, mais sábias e mais abertas ao mundo e suas experiências, Sri Prem Baba afirma que passamos por quatro estágios. Confira abaixo quais são essas fases onde, segundo ele, vamos retirando as lentes que distorcem nossa percepção e começamos a ter uma visão objetiva da realidade.

ESTÁGIO 1:
É, claro, o mais primitivo. Assim que todos nós iniciamos nossa jornada em busca do autoconhecimento. Essa fase é marcada pela raiva e pelo medo, e às vezes pelo sentimento de culpa. Nos sentimos culpados por nos manifestarmos por meio desses sentimentos tão negativos, mas não questionamos a possibilidade de sermos diferentes. Pensamos que esses padrões negativos são intrínsecos ao que somos, fazendo parte da nossa vida e pronto! Que nos aceitem dessa forma!

ESTÁGIO 2:
Nesse momento já é possível observar com mais distanciamento nossas atitudes. Mesmo sem controle sobre os impulsos negativos do Estágio 1, sabemos que esses sentimentos passarão em algum momento. É a fase do reconhecimento da negatividade, mas em que ainda não sabemos como fazer para quebrar esse círculo e sair da influência desses pensamentos.

ESTÁGIO 3:
Agora, sabemos que esses padrões antigos são um desserviço e começamos a unir forças para escolher outros sentimentos e pensamentos mais favoráveis. Podemos usar nossa vontade conscientemente para fazer diferente e experimentar novos caminhos. Nessa fase, iniciamos o controle sobre o impulso negativo.

ESTÁGIO 4:
Aqui, o medo se tornou confiança e o ódio virou amor. De vez em quando é possível se identificar com alguma energia negativa, mas já não somos mais dominados por ela. Sabemos deixar ela passar sem sermos influenciados.

Designed by Freepik

  • Compartilhar

0 Comentários

Deixe um comentário

Seu e-mail não ficará visível.