Dançar mantém o cérebro jovem

Postado em

Pesquisas comprovam o que a gente já fazia ideia: dançar é o exercício mais completo para combater o envelhecimento do cérebro. Exercícios regulares fazem super bem para a saúde do corpo, mas também são essenciais para mantermos a mente também saudável e equilibrada.

Bailar diminui a chance de idosos terem problemas como perda de memória e demência senil, além de dar aquela ajudinha bem-vinda no equilíbrio. Praticar uns passinhos de dança periodicamente atinge positivamente o hipocampo, que é a central da memória no cérebro.

Acredita-se que todo mundo gostaria de viver uma vida independente e saudável, pelo máximo de tempo possível, não é mesmo? Pois então, saiba que a dança é uma ferramenta poderosa para desafiar o corpo e a mente em qualquer época da vida, especialmente na terceira idade.

Não importa qual estilo musical. Nunca é cedo ou tarde demais para mantermos o cérebro ativo, jovem e saudável. Pode ser samba, tango, valsa ou funk: vale tudo! Se quem canta seus males espanta, quem dança mantém o cérebro novinho em folha.

 

 

 

 

 

Designed by Katemangostar

  • Compartilhar

0 Comentários

Deixe um comentário

Seu e-mail não ficará visível.