Cuidados para evitar a gengivite durante a gravidez

Postado em

Hey gravidinha, o papo é com você agora! Durante a gravidez, dentes e gengivas merecem atenção especial. Problemas na saúde bucal podem interferir na gestação, até aumentando a chance do bebê nascer antes do tempo. Então, todo cuidado é pouco!

Sabe aquele enjoo matinal desgraçado? Junto com a náusea vem um ácido que pode desmineralizar seus dentes. Ou boca seca? Pois é, aumenta risco de cáries e outras infecções. Para isso, aquelas dicas fundamentais: mantenha a escovação em dia, utilize fio dental e enxaguante bucal (sem álcool, não esqueça), beba muita água e até masque chiclete sem açúcar, o que vai elevar a produção de saliva.

Uma grande parte da mulherada percebe mudança nas gengivas durante a gravidez, como perceber que ela está mais avermelhada ou até sangrando durante a escovação. É possível que você esteja diante de um caso de “gengivite da gravidez”, que pode começar logo no segundo mês de gestação e se estender até depois do bebê nascer. Ela acontece pelo nível elevado de hormônios, pelo maior fluxo sanguíneo, além do fato do seu sistema imunológico funcionar diferentemente durante esse período, reagindo de outra maneira às bactérias que causam a gengivite.

Quais sejam os sintomas, durante ou após a gravidez, a dica é a mesma: higiene bucal é essencial. Os bons hábitos garantem dentes e gengivas saudáveis. Mas também faça visitas regulares ao seu dentista, reduza o consumo de alimentos doces ou com amido, coma mais frutas e vegetais, e mantenha-se hidratada com muita água.

  • Compartilhar

0 Comentários

Deixe um comentário

Seu e-mail não ficará visível.