Adeus ao medo de dentista

Postado em

A gente se esforça mesmo: escova os dentes depois de cada refeição, nunca esquece (ou tem preguiça) de passar o fio dental e volta e meia ainda usa um enxaguatório bucal pra fica com o hálito ainda mais refrescante. Mas isso não é tudo: visitas regulares ao dentista são muito importantes para ter certeza que tudo está realmente 100% com a saúde da sua boca.

Passar uns minutos que seja na cadeira desse profissional pode ser um grande desafio para algumas pessoas. Sabia que em 2016, a Associação Americana de Odontologia divulgou que de cada 10 adultos, três deles morriam de medo de dentista? Isso significa também que, quanto maior o medo, piores as condições do sorriso do medroso.

Na verdade, essa é uma questão bem comum, tanto nos consultórios odontológicos quanto na cultura popular. Quem nunca viu alguma cena em alguma comédia no cinema comparando uma consulta com tortura? Brincadeiras à parte, esse é um assunto que precisa ser levado a sério.

O interessante é descobrir a causa desse medo, que pode ser um trauma na infância ou até algum desconforto que sentiu depois de adulto mesmo, que impede o paciente de voltar de boa à cadeira do dentista. Não faz ideia do motivo? Tudo bem. Na verdade, o principal para vencer essa briga é ter muita paciência.

Além disso, escolha bem o profissional, para que você confie nele completamente. Com certeza, ele fará o seu melhor para deixar seu sorriso lindo e você na cadeira, na maior tranquilidade. Se precisar, leve um amigo junto. Uma companhia pode muito bem ajudar a acalmar e distrair. O barulho do motorzinho te apavora? Leve suas próprias músicas, coloque um fone de ouvido e relaxe.

Sabe a melhor dica? Depois de passar por essa provação e, com certeza, sair do consultório como um grande vencedor, comemore. Vá ao cinema, se dê um presente, algo assim. Você merece!

  • Compartilhar

0 Comentários

Deixe um comentário

Seu e-mail não ficará visível.